QUATRO RODAS também testa Cerato automático

Com a colaboração do nosso colega Fábio Trevenzolli, eis a avaliação feita pela QUATRO RODAS do Cerato E.283 em sua edição de dezembro:

KIA CERATO 6 MARCHAS
Sinais esportivos insinuam desempenho que o motor não entrega

Sabe aquela mulher insinuante que, quando abordada, diz que só queria amizade? O Kia Cerato no catálogo E.283, com câmbio automático de seis marchas, é mais ou menos assim. Não se deixe empolgar pelas rodas de aro 17, pelas borboletas de troca de marchas atrás do volante nem pela costura vermelha em bancos e também na direção (sem falar no painel de iluminação na mesma cor). O carro promete uma esportividade que o motor 1.6 de 126 cv e 15,9 mkgf (a 4200 rpm) não consegue entregar. Não é paixão, mas a amizade pode ser bacana, já que ele mantém o bom pacote de aparência e itens de série que o tornou o campeão de vendas da Kia, volume que deve aumentar com a nova transmissão, elogiável sob diversos pontos de vista.

Para começar, esse é o câmbio automático que o Cerato deveria ter desde sempre. O de quatro marchas não explorava tudo que o motor oferece. Na estrada isso era menos perceptível, ainda que houvesse momentos de hesitação entre a terceira e quarta marchas. Com seis marchas, de trocas imperceptíveis (parece até um CVT, não fossem as quedas de rotação que apontam as trocas), ele ajuda a explorar os recursos do motor a gasolina. Pena que eles são poucos.

Não nos entenda mal: o motor 1.6 Gamma II é um dos melhores de sua categoria à disposição no mercado brasileiro. Para ser ainda melhor e mais moderno, só se ele trouxesse injeção direta de gasolina, como o Gamma usado pelo Hyundai Elantra, também 1.6, mas capaz de gerar 140 cv e 17 mkgf, ou se virar flex. E já virou no Soul, mas deve beber álcool no sedã em breve (um alerta para quem quiser comprá-lo agora). No entanto, ele conta com comando de válvulas variável, com gerenciamento que aproveita bastante o combustível que ingere, e apresenta torque em baixas rotações, mas sente o peso dos 1248 kg do sedã.

A falta de força fica evidente em subidas íngremes, nas quais o câmbio engata suavemente marchas que fazem o motor berrar para atender aos desejos do motorista, ou em tentativas de ultrapassagem, que deixam claro que a marcha foi reduzida em bom tempo, mas que o motor demora a vencer a inércia. Nada que um pouco a mais de torque não pudesse resolver. Bastaria adotar o motor 1.6 com injeção direta ou mesmo o 2.0 que equipará o Cerato Koup. Ou um câmbio automático que, com o uso de trocas manuais, segurasse a marcha selecionada mesmo que o giro chegasse a seu limite, já que o do Cerato, e essa é a única crítica a fazer a ele, sobe a marcha mesmo com as trocas manuais selecionadas. Isso para quem quiser que o carro se comporte como sua aparência sugere.

Para quem estiver mais preocupado em ter um carro econômico e sossegado, capaz de transportar quatro adultos com conforto, o Cerato supre bem esse papel, com exceção dos plásticos do revestimento, que poderiam ser menos sensíveis a riscos. Falamos em quatro adultos não porque o carro comporte quatro passageiros, mas porque o passageiro do meio do banco traseiro tem de ser criança, tanto pelo espaço que o carro lhe reserva, pequeno, quanto pela falta de apoio de cabeça e de cinto de três pontos no meio.

Se o objetivo for esse, o catálogo E.272, vendido a 61 900 reais, atende melhor ao propósito especialmente porque, com pneus de aro 16, o Cerato certamente fica mais confortável. E mais econômico. Com aro 17, o Cerato consumiu mais do que com aro 16, mesmo com o câmbio antigo. Sua suspensão também é esportiva, o que é excelente em piso nivelado e bem feito, mas a torna dura demais em ruas esburacadas. Não é raro sentir a suspensão “dar batente”. Com pneus mais altos, a tendência é o carro sofrer (e decepcionar) menos. Sem insinuações vãs.

VEREDICTO

Com rodas aro 17 e costura e painel vermelhos, o Cerato fica devendo um motor mais forte, mas atende bem quem procura um carro confortável e econômico.

Fonte: Quatro Rodas”

29 pensou em “QUATRO RODAS também testa Cerato automático

  1. julio

    como sempre a quatro rodas só sabe criticar o cerato e o civic e corolla são exaltados!!

    Sempre são tendenciosos e provavelmente a equipe de reportagem é composta por velhos que tem bloqueio a novidades.

    Ah meu o carro é excelente, baixaria ficar só criticando e não apontando os pontos fortes de economia, melhor custo benefício e etc q td's os cerateiros conhecem!

    Sobre o motor, sinceramente, parece eu falando quando postei meu depoimento achando o motor meio lento… dêem um motor amaciado pra eles falaram direito (Minha visão sobre o motor mudou totalmente depois dos 3.000km, sinceramente, tem mta força o motor!! Ganha de muitos carros 2.0, glorificados por eles.)

    A pergunta que fica é: como pode todas as outras revistas e blogs, e afins que testaram o cerato falaram tão bem dele e a quatro rodas sempre descascar?! ah, estão perdendo crédito!

    Responder
  2. Mario A. C. Pereira

    Bom dia.
    Honestamente, nunca levo em considerações opiniões de revistas no maximo procuro observar s itens que eles escrevem com um pé atrás.
    Se não me engano eles fizeram um comparatuvo entre o fiat uno e o cherry face e durante a materia elogiaram o chines em tudo, caro completo incluindo ABS a air bag coisas que no uno somente o air bag poderia ser opcional com um custo absurdo. Já no veredito final onde talvez alguns leitores se prendam ao invés de ir à concessionaria para avaliar, eles foram taxativos em eleger o UNO como melhor escolha dizendo apenas que os chineses tem que ser levados mais a serio.
    Materias tendenciosas sempre teremos porem cabe a nós consumidores acatar ou divergir. Quando comprei meu CERATO nem na Honda passei para espiar o CITY e o CIVIC pois queria novidade e das boas…….
    Abração a todos do blog.
    Mário A. C. Pereira

    Responder
  3. Anonymous

    Realmente as matérias da QR são tendenciosas, insistem em comentários que não condizem com a realidade e com frequência publicam inverdades,quando falam em versão flex ou mudança de motores. Acho que a Kia não vai por Cerato flex na praça. Tinha um civic 1.7 gasolina e fazia até 15km/l, troquei por um civic 2008 1.8 flex que não chegava aos 10 c/gas. ou álcool. Outro absurdo é dizer para não se encantar com tudos que o carro traz porque o motor é 1.6. Pelo que vejo a maioria dos cerateiros estão satisfeitos com o motor atual.

    Responder
  4. Fernando

    excelente para a quatro rodas so mesmo o gol, uno, ka, etc.

    "VEREDICTO
    Com rodas aro 17 e costura e painel vermelhos, o Cerato fica devendo um motor mais forte, mas atende bem quem procura um carro confortável e econômico."

    a Kia precisa pagar mais propina para ter um VEREDICTO melhor eu acho!!!!

    Responder
  5. Jaime Gois

    Vejam o que a "4 patas" publicou sobre o Cerato, em março de 2010:

    "Pior que não ser flex é ser movido a gasolina e ter a chegada da versão flexível anunciada com quase um ano de antecedência. Essa é a realidade do Cerato, que se converterá ao álcool até o fim do ano, com estreia confirmada no Salão do Automóvel. Portanto, a chance de as atuais versões a gasolina se transformarem num mico são grandes."

    Agora vejam o desempenho mercadológico do "mico", segundo dados extraídos da Fenabrave, dos veículos vendidos em 2011,até esta data:
    1º- Corolla : 6881
    2º- Civic : 3702
    3º- CERATO : 2675
    4º- Vectra : 2186
    5º- Línea : 1456
    6º- C4 Pallas : 1448
    7º- Focus Sedan: 1405
    8º- Sentra : 1320.

    Viram só o prognóstico atabalhoado da 4R?
    Detalhe: O Cerato ainda não se tornou flex, mas decolou nas vendas e tomou o 3º lugar da categoria, posição outrora ocupada pelo Vectra.

    Abraço a todos.

    Responder
  6. Mario A. C. Pereira

    Boa tarde.
    Honestamente não vejo vantagem a não ser no IPVA em ter carro flex aqui no estado do RJ. Em quase nenhum posto se tem o etanol a 70% da gasolina e como relatou o anonimo ai de cima que tinha um Civic a gaslina e o trocou por um Flex só teve prejuízo na bomba. Posso estar falando somente do estado do RJ mas pelo que percebo em outros estados deve ser melhor o valor do etanol né!!!!
    Acabei de chegar de uma viagem de 200km e meu CERATO marcava no painel 6,9l/100km com ar ligado e carregado, velocidade dr cruzerio 95km/h.
    Acho que tá de bom tamanho bebendo gasolina shell vpower.
    Abração a todos do blog
    Mário A. C. Pereira

    Responder
  7. Anonymous

    Agora já dizem que o flex, só no segundo semestre… mas se o Cerato hatch, em vias de ser lançado, vier monocombustível, acho pouco provável que esse flex venha tão cedo. Uma situação interessante a quem está com o pé atrás com o Cerato por conta da hipotética desvalorização dos monocombustíveis com a chegada do flex.

    Responder
  8. Dinho

    Olá, peguei meu cerato 272 há uma semana e estou ASSUSTADO com o consumo. Não passa de 5,5 km/l aqui em BH( é só morro),mas mesmo assim acho que há algo de errado. Vcs acham q o consumo tede a melhorar qd o motor estiver "amaciado"?
    Outra coisa, qd fui pegá-lo na concessionaria, o técnico me disse pra NÃO USAR gasolina aditivada,POIS OS MOTORES kIA FORAM PROJETADOS PARA RODAR COM GASOLINA COMUM. vCS CONCORDAM,JÁ OUVIRAM FALAR ALGO A RESPEITO?

    Responder
  9. Anonymous

    Dinho, será que você não está vendo algo como 5,5l/100km? A marcação no Cerato é diferente, embora se for este o caso, o consumo estaria assustadoramente baixo…

    Se for 5,5km/l mesmo, é muito estranho.
    E nunca ouvi falar em problemas com gasolina aditivada. Fico no aguardo de alguém confirmar – ou pôr abaixo – essa orientação incomum.

    Responder
  10. Jaime Gois

    Sinceramente, a única restrição que lembro ter visto no manual do Cerato quanto ao tipo de combustível foi a contraindicação de GASOLINA COM CHUMBO, coisa que, no Brasil, está proibida desde 1991, pois além de ser nocivo à saúde, causa danos ao catalisador do veículo em poucos Km.

    Responder
  11. Marcelo - Contagem/MG

    Dinho, em qual concessionária vc comprou? Comprei o meu em abril do ano passado na BRISA MOTORS da Tereza Cristina no Padre Eustáquio. Lá não me falaram nada disso e desde quando sai da concessionária só abasteço com V-PORWER da SHELL, nunca tive problema algum e o carro está hoje com quase 7.000 km.

    Responder
  12. Dinho

    Bom, não me enganei não,pois o marcador ta mostrando 18L/100km,ou seja,5,5km/L.
    Marcelo,comprei na Brisa Motors da Raja Gabaglia e essa orientação me foi passada pelo técnico no momento do check-list na entrega do veículo,qd eles fazem toda uma apresentação do veículo,esclarecem as dúvidas e dão algumas orientações para um melhor desempenho do carro.

    Responder
  13. Mario A. C. Pereira

    Boa noite, no meu só uso aditivada pois quando quis "fazer uma média com ele" com a podium da Petrobras ele consumiu mais. Achei estranho e dois abastecimentos com aditivada depois a usei para constatar e realmente ele bebeu mais com a podium. Melhor para mim que meu Cerato não é chegado em "purinha", economizo duas vezes… Só para constar, a gasolina aditivada aqui na região chega a custar R$ 2,96 o litro!!! Se não me engano é uma das mais caras do Brasil.
    Abração a todos
    Mário A. C. Pereira

    Responder
  14. Anonymous

    Levei o meu E201 2010/2011 na EuroAsia (fui muito bem atendido) aqui em Petrolina e passei a "máquina" que faz a checagem de tudão do carro e tava tudo OK.
    Meu consumo, sempre com o ar ligado e com os pneus calibrados quinzenalmente em 32 libras, aqui está cravado sempre em aproximadamente 7,2km/l. Os trechos que percorro são curtos e em velocidade lenta. Quase nunca consigo passar de 70km/h aqui no dia a dia. Aqui não há ladeiras/morros. Estes são os fatores que explicam, depois de muito perguntar por aí, o meu consumo ser tão ruim. Sempre usei Vpower ou Aditivada da Petrobrás e já fiz vários testes entre as duas e o consumo sempre fica no mesmo. Meu carro tem quase 5.000km. Agora enchi com Podium para testar. Se o consumo melhorar, virei aqui avisar.
    A Gasolina aqui nesse sertão danado é bem "baratinha":
    Comum: R$3,00
    Aditivida: R$ 3,02
    Podium: R$3,30
    Abs,
    Arnaldo

    Responder
  15. Anonymous

    Amigos
    dia 06/01/2011 retirei um E283 bordo, e a unica coisa que esta me desagradando é a questão economia, pois não consigo passar dos 7,5km/l na cidade e de pé em cima sempre, sem acelerar muito.
    Outra coisa se o o marcador de consumo do painel fosse correto, bahhh,, eu estaria feliz, mas o que realmente me diz é o que pago na bomba e o quanto rodei. não existe outra matematica.
    Aguém pode dizer alguma coisa??
    Cerato 2010/2011 E283 automatico 6m
    piloto rs

    Responder
  16. Luis Fernando

    Pessoal abasteci meu E283 pela segunda vez, neste tanque fez média de 11,2 km/l (no primeiro tanque fez 10,5 km/l). Percurso urbano com ar ligado 80% do tempo. Gasolina aditivada. Abraços,

    Responder
  17. Angelo

    Eu acho que a 4 patas testou outro carro, pois o meu E283 não é assim não… Tô no terceiro tanque, Podium agora e 10km/L em média.

    Estou MUITO satisfeito, e felizmente não sou leitor da 4 patas.

    Responder
  18. Anonymous

    Oi Dinho,

    Com vários "cerateiros" fazendo médias acima de 10, acredito que seu caso seja bastante singular!

    A hipótese de propaganda enganosa caberia se todos os Ceratos tivessem consumo como o seu. Creio que este não é o caso. Você foi à concessionária?

    Boa sorte!

    Responder
  19. Dinho

    Estou agendado p sexta feira.Espero que realmenene encontrem algo de errado,pois um dos motivos que me fizeram optar pelo Cerato foi o consumo reduzido.
    Dou noticias assim que me derem uma rsposta. Valeu Anonimo.

    Responder
  20. Fabio Santos - E.213 SX Black

    Eu não sei se essa informação será util, mas ano passado quando tirei meu Cerato da agencia, e ao chegar em casa devorei o manual, que recomenda gasolina de alta octanagem, e abomina a gasolina com chumbo, eu rodei por 3 mil KM só abastecendo com podium(95 octanas), pois era o unico posto proximo a mim, uma vez que o posto Shell proximo a mim não vende a gasolina Shell Premium(91octanas).
    Posso relatar que o consumo sempre ficou em 8,1L /100Km e no minimo 7,5L/100km. O que eu acho otimo, em um carro de 1200kg, andando sempre com ar ligado etc. Mas lendo os relatos de outros donos neste Blog, decidi fazer uso da gasolina comum. Afirmo que tomei um susto nos primeiros 100km rodados, o computador de bordo, aferia 6,4L/100km. Resumindo a novela, o desempenho do carro é BEM diferente com o uso da Podium, mas eu não quero correr, logo, só uso podium para viagens, no circuito urbano, só aditivada/comum.
    O que pesou tambem foi que eu li no site da petrobras, que a Podium tem resultados melhores em carros com taxa de compressão superior a 10:1 e o Cerato tem 10:5:1
    Hoje meu Cerato esta com 10.500km rodados, pouco mais de 7 mil só com comum.

    Responder
  21. gilberto

    quero comprar um cerato 10/11, quais as vantagens e desvantagens?? sejam sinceros comigo, ta quase fechado… duvidas entre consumo, velocidade. abraçosss

    Responder
  22. gilberto

    quero comprar um cerato 10/11 AT , quais as vantagens e desvantagens?? sejam sinceros comigo, ta quase fechado… duvidas entre consumo, itens de serie, e se é bom pra andar . abraçosss

    Responder
    1. piloto rs

      gilberto
      Que duvida vc tem???
      se é autmoatico,,,, um 273 ou um 283???
      No 273, vc tem rodas 16″,, não tem maçanetas cromadas, friso no portamalas, pedaleiras,, e outras coisas pequenas.
      Um 283 tem isso e outras coisinhas,,,,,
      Eu vendi meu cerato por ser um 283, rodas 17,,,,, se fosse com rodas 16 talvez estivesse com ele atém agora.
      Consumo??? Cheeeee,,,,, para um automatico,?? pra lá de bão,,,,,conforto?? bastante,,
      Enfim,,, veja bem que modelo ele é,,, e pague o valor de mercado com pechinca,,
      Vale a pena sim
      piloto rs

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *