NA ESTRADA: Viagem a Jatobá (PE)

1.081 km e um pára-brisas trincado. Este foi o resultado do feriadão da Semana Santa para o Cerato.

Do abastecimento na saída de Recife (PE) até o 1º abastecimento na cidade de Petrolândia (PE) foram 502,8 km rodados. O consumo médio neste percurso foi de 12,86 km/l, com 5 pessoas a bordo, velocidade média de 100 km/h, porta-malas cheio e ar ligado quase 100% do tempo.

O lado ruim da ida está logo abaixo: para-brisas trincado graças a uma pedra arremessada por um caminhão num trecho em obras logo após o município de Garanhuns (PE). A partir de amanhã (25/04) vou correr atrás de lojas de acessórios vinculadas à minha seguradora, mas o prejuízo será de pelo menos R$ 180 (valor da franquia). Depois dessa aprendi: jamais fazer seguro sem cobertura para vidros, faróis e para-brisas, especialmente no caso de carro importado. Imaginem o prejuízo sem este benefício…

Com o carro mais leve – agora com 04 pessoas e bagagem no porta-malas – rodei mais 127 km em trechos entre Petrolândia, Jatobá (PE) e Paulo Afonso (BA) e o consumo melhorou em quase 7%: 13,74 km/l.

A volta seguiu as mesmas condições da ida, mas o consumo foi ainda melhor. Com gasolina comum (a mesma dos demais abastecimentos) cheguei aos 13,64 km/l. Nada mal.

Mais uma viagem e nada a reclamar do Ceratão. Bem, há apenas um pequeno ponto, mais do que conhecido por qualquer proprietário do carro: em trechos de asfalto ruim, a suspensão “reclama” um pouco. Em asfalto de qualidade, entretanto, o prazer ao dirigir volta com força total!

Só fico imaginando o que um Cerato 2.0 de 156 cv seria capaz de fazer nestas situações…

8 pensou em “NA ESTRADA: Viagem a Jatobá (PE)

  1. Marcley Dantas

    No meu caminho também passou uma pedrinha lançada por outro veículo e atingiu o pára-brisa logo abaixo no lado do motorista e pelo que pesquisei o tamanho da trinca poderá ser reparado pela loja assim o valor será de R$50,00 pagos pela seguradora, caso tenha que trocar a franquia será de R$160,00 pesquisando na internet encontrei esta loja (http://www.garagemdovidro.com.br/vidro-parabrisa-kia-cerato.html), e valor do pára-brisa é de R$1.200,00. Amanhã irei à loja indicada pelo seguro assim saberei se haverá possibilidade de reparo ou troca do vidro e o prazo para instalação.
    Abraços
    Márcley Dantas

    Responder
  2. Larini

    Nossas estradas estão cheias de detritos. Uma pedrinha também lascou a pintura do meu capô. Estive pensando, em envelopar o capô com um filme tranparente.

    Responder
    1. Cláudio Henrique

      Meu capô também já tem pelo menos duas marcas de pedradas. Infelizmente em nossas estradas isso é um fato comum. Tirando que já caí em uma cratera na BR-040 na altura de Conselheiro Lafaiete-MG e rasguei um pneu e amassei a roda.
      Lamentável…

      Responder
  3. Thiago Mothé

    Este consumo vc está verificando pelo computador de bordo? Eu fiz uma viagem a Búzios-RJ e verifiquei que o consumo ficou em 17km/l andando a 100km/h com apenas 2 passageiros, mas tirei o consumo manualmente mesmo.

    Responder
  4. kleber junior

    amigo thiago!
    eu já fiz 400 kilômetros com ar desligado em média de 110/km por hora média de 14.9 só que o meu é um 233 6 marchas.
    e o vidro notei que uma pedrinha de nada fexzum trincado pequeno, será que este parabrisas do cerato é meio “sensível”?
    depois eu envio o meu depoimento como proprietário de um derato…forte abraço parabéns pelo site.

    Responder
  5. Clodoaldo

    O problema de trincar parabrisa do Cerato deve ser má qualidade, comprei um Cerato quando lançou ano 09 mod 10, moro em Camboriu-SC, primeira vez q fui a SP na volta uma pedrinha minuscula fez uma pequena trinca q foi aumentanto, paguei 140,00 de franquia (total 1.400,00) no começo deste ano fui novamente a SP na volta nem ouvi brulho de pedra trincou de novo no cantinho lado do motorista e ja atravessou quase todo, fiz poucas viagens com ele, pois acho ele manco para estrada, pior q nao renovei seguro pois estou com intencao de vende-lo, melhor se preparar para trocar novamente ou evite estrada eles quebrao a toa, Cerato nunca mais.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *