D

Nosso colega Felipe Costa levanta uma dúvida sobre o funcionamento da trava para os vidros elétricos do Cerato. Como eu nunca percebi isso – raramente uso esta funcionalidade -, alguém já identificou problema no uso do item?

“Recentemente observei um comportamento um tanto estranho no mecanismo de trava para os vidros de alguns carros da Kia (observei isso no Soul e no Cerato). Não sei se isso já foi discutido no site, então estou mandando-lhe este e-mail para que, se possível, você poste, caso este assunto já não tenha sido discutido.
Quando eu aciono o botão para travar a abertura dos vidros (botão que fica junto aos demais controles na porta do motorista), nem mesmo com os comandos que ficam na porta do motorista é possível abrir os vidros. Para fazer isso, é necessário que o botão seja ‘desativado’.

Antes do Cerato eu tinha um Golf e não era assim que acontecia. Meu irmão tem um Fox e também não é assim que acontece. Acredito que este não seja o comportamento correto, pois quando eu travo a abertura dos vidros seria apenas para que algum passageiro não o abra acidentalmente, por exemplo.

Outro dia eu acionei o mecanismo para fechamento com apenas um toque dos vidros dianteiros e, enquanto os vidros ainda estavam subindo, eu acionei o fechamento dos vidros traseiros. Para a minha surpresa, os vidros dianteiros pararam de subir. Começo a imaginar que os engenheiros da Volkswagen são mais inteligentes que os da Kia. hehehehe

Obrigado pela atenção.

Atenciosamente,

Felipe Costa”

42 pensou em “D

  1. Marcelo Giacomin

    O meu funciona exatamente assim e concordo que o sistema adotado pela VW é mais inteligente. Ponto de melhoria para as próximas versões.

    Responder
  2. Frank Holanda

    Colegas,
    O Felipe, no seu comentário diz ” Outro dia eu acionei o mecanismo para fechamento com apenas um toque dos vidros dianteiros e, enquanto os vidros ainda estavam subindo…”. Tenho um modelo top manual 2011, mas não consigo acionar com um toque a subida do vidro, apenas a descida. Todos os modelos são equipados com essa possibilidade ou apenas alguns? Se alguém puder responder eu agradeço antecipadamente.

    Frank.

    Responder
    1. Felipe Costa

      Frank,

      O meu também é um E233. É possível que o meu tenha esse esquema devido à centralina que mandei instalar quando comprei o carro para que fosse possível subir os vidros quando acionar o alarme.

      Responder
        1. Marcos Kleinowski

          Olá Frank, eu também tive que instalar um equipamento para disponibilizar o fechamento automático dos vidros com o alarme e o sistema one touch. Abraço

          Responder
          1. Daniel

            Acabo de comprar um cerato e gostaria de instalar o modulo de acionamento dos vidros.
            Na ccs me cobraram mais de 1mil reais.
            Por quanto voces instalaram?

  3. Lucas

    Cerateiros,

    Mudando completamente de assunto, trago-lhes novamente números das vendas da Kia no ano… Até o presente momento (2/09), foram vendidos 53.969 unidades da marca em solo brasileiro.

    O ranking de modelos vendidos, é o seguinte:
    *Cerato: 17.026
    *Soul: 12.609
    *Bongo (K2500): 6.839
    *Sorento: 5.980
    *Sportage: 5.424
    *Picanto: 4.398
    *Cadenza: 591
    *Carens: 537
    *Mohave: 485
    *Carnival: 80

    – Com o lançamento da nova geração do Picanto, este melhorou suas vendas, que estavam praticamente paralizadas nos últimos 02 meses!!

    – A Sportage também vêm aumentando seu volume mensal de vendas, visto que sua importação aumentou…

    Uma péssima notícia: o Cerato perdeu o 2ª lugar no ranking de Sedãs Médios!! Em Agosto, foram 1.554 Cerato’s vendidos, contra 2.523 Civic’s e 3.733 Corolla’s… Seria a falta de estoque?? Fica a pergunta…

    Em Setembro, nos poucos dias de vendas, o Cerato está em 4ª, sendo desbancado pelo Jetta!! O líder é o Corolla seguido por Civic e Jetta.

    Para finalizar: Em relação ao número total de vendas da Kia em 2011, mantenho minha previsão de 70.000 veículos vendidos… Longe dos 107.000 previsto no início do ano!! =/

    Abraços.

    Responder
    1. Felipe Costa

      Lucas,

      Acredito que o seu comentário teria uma visibilidade bem maior se fosse colocado em um outro post específico. Acho que já vi aqui no site uma categoria só pra isso.
      Muito provavelmente quem vê este post são aqueles que tiveram o problema que eu falei, por isso a informação que você postou fica restrita apenas para este grupo de pessoas.
      Acho que se você mandar um e-mail para o Thiago ele pode postar a informação em uma categoria adequada.

      Abraços.

      Responder
      1. Marcos Kleinowski

        Lucas, aproveitando seu comentário, eu li em algum lugar na internet que várias concessionárias “compram” os próprios carros para subirem no ranking de vendas de emplacamentos. Ainda vou tentar localizar a matéria (acho que foi no uol) que dizia, por exemplo, que a peugeot emplacou no último dia de agosto mais carros que todas as vendas do mês somadas. Abraço

        Responder
        1. julio cesar pereira filho

          oi marcos, essa notícia é verdadeira, eu mesmo já comprei carro emplacado zero km da concessionária só por cotas de vendas mensais. É um ótimo negócio, porque vc pega um carro zero a preço de usado. O esquema é ter um amigo vendedor, eles conseguem descobrir onde estão esses carros e negociá-los.

          Abraço

          Responder
  4. Michel

    O meu E.213 2010 travava todos os virdros, nao importava em qual momento, subindo ou descendo. Após a revisão dos 20K o do motorista passou a ser excessão, ele funciona normalmente agora!

    Responder
  5. Carlos Guilherme

    O meu tbem funciona assim, provavelmente eh mais uma funcao bugada que nem a do aumento do volume do som conforme a velocidade do carro… dai nos modelos novos (com sensor, cromados e tals) a maioria jah veio corrigido esses bugs….

    Responder
    1. julio cesar pereira filho

      Eu tenho um intermediário manual. O controle de som com velocidade funciona, é muito sensível, por isso alguns não encontram diferença. Mas algumas vezes tive que baixar o volume quando me aproximava de altas velocidades.

      Esse detalhe aí do vidro é igual ao quando se liga o alerta o alarme e o vidro não sobe.

      Coisa da kia mesmo.

      Responder
  6. Alípio

    Infelizmente, ainda sofremos na mão da Kia… que fabrica carros LOW COST… estou pegando um cerato em Outubro, e se eu fosse enjoado com esse tipo de coisa, eu até abandonaria o carro

    Responder
  7. Edemilton

    Bom dia a todos.

    E meu E272 funciona exatamente assim.
    Mas acho que não é privilégio da Kia ter este tipo de deficiência. Há duas semanas atrás, deixei meu carro na assistência e rodei a semana inteira com o carro da minha cunhada, é um Honda/City, e pasmem, o sistema é idêntico ao da KIA, sem tirar nem por.

    Concordo que o sistema a VW, é muito mais inteligente que esse (já que sai de um polo 2.0 para o Cerato). Além do cerato, tenho ainda uma Fiat/Idea, e a trava de segurança se comporta igual ao sistema da VW.

    Me parece que esse tipo de sistema, equipa os carros com origem Oriental (me corrijam se estiver errado).

    De qualquer forma, é apenas uma questão de costume e paciência. Até que alguém corrija tais deficiências dentro da fábrica. No caso da Honda, me parece bem mais próxima de resolver, já que agora os carros de lá estão sendo fabricados no Brasil.

    Já a KIA, divido que seja tão fácil resolver, já que o Costume vem de fora.

    Responder
  8. Ewaldo

    Os carros orientais seguem uma logica um pouco diferente da nossa. Eles previlegiam a segurança a comodidade. Por isso as buzinas tem um som estridente em todos eles e os vidros que funcionam um pouco diferente do que estamos acostumados. A Honda quando criou um motor flex, se recusou a colocar um reservatorio de gasolina no mesmo cofre do motor, coisa que aqui todos faziam. Depois a Nissan tambem teve a mesma atitude. Acho precipitado chamar os projetistas da Kia de burros. Pode ser cuspir para cima.

    Responder
    1. Edemilton

      É verdade Ewaldo, eu não tinha pensado por essa ótica. Obrigado pela contribuição. Parece ser bem razoável.
      Me preciptei ao chamar de deficiência.

      Na verdade, eu ainda não consegui descobrir qual a influência que isso tem na segurança (travar todos os vidros exceto o do motorista), mas certamente tem uma razão de ser. É algo que tranfere ao motorista a responsabilidade de dicidir se libera ou não os demais vidros, em alguma lugar no quesito segurança eles provavelmente estavam pensando.

      Já estou com meu veículo a cinco meses, e essa função já não me incomoda mais. Mas no começo, foi bem difícil.
      Vamos lá pessoal, é só uma questão de costume. Não é por isso que o carro vai desagradar, ou é?

      Abraços.

      Responder
      1. Felipe Costa

        Pelo menos para mim, acredito que desagradar não vai. O problema é que quando junta-se isso a outros problemas em escolher um carro da Kia (ou de outras marcas de carros importados), tais como a desvalorização no momento da troca, o número reduzido de concessionárias e as dificuldades em adquirir-se um carro (uma vez que parece que a Kia investe demais em propaganda mas não tem carros suficientes para atender a procura), me faz pensar se realmente eu compraria novamente um carro da marca.
        Já vi um depoimento (não lembro se foi aqui no site) de um proprietário que precisou comprar novos pneus e teve que procurar bastante (acho que teve até que comprar em outro estado). Eu só espero não precisar nem tão cedo de assistência e, no dia que precisar, realmente espero que as concessionárias tenham peças de reposição para atender aos clientes que precisam.
        Acredito que este funcionamento dos vidros vai bem além de questões de que forma está “certa” ou “errada”: o principal é a forma que agrada ao consumidor. No MEU caso, EU preferi o esquema que é feito com a maioria das marcas que eu conheço, como já foi citado em alguns outros comentários.

        Abraços.

        Responder
        1. Marcos Kleinowski

          Olá Felipe!
          Acredito que com a Kia não teremos tantos problemas com desvalorização, pois já é uma montadora que trás veículos há varios anos por aqui. E quanto as peças, pelo que soube de amigos que tem Kia, não há falta. O que pode ocorrer é ter que esperar vir de SP onde eles tem um grande estoque. E quanto a pneus, tenho um amigo que tem um Ford Fusion que procurou feito louco pneus para o dele e só foi encontrar em empresas especializadas, pois nem nas concessionárias da Ford de Curitiba e reigão se encontrava. Então, acho que vai muito da experiência de cada um, pois sempre há o risco de se ter um serviço deficiente com todas as montadoras. De qualquer forma, é notório que eles não conseguem trazer carros suficientes para a demanda. Parece que tem algo a ver com um limite de importação e tal. Abração

          Responder
        2. Ayan

          Vai buscar le1 dernto uma batatinha… E ne3o foram mais grae7as ao Se3o Peiser (mais uma vez…)Claro este1 que o culpado teria de ser o e1rbitro (onde e9 que je1 se viu isto neste site?!). Ve1 le1 que desta vez ne3o he1 os pontos da verdade…Joguem e0 bola, palhae7os joguem e0 bola!

          Responder
  9. Marcos Kleinowski

    Pessoal, em relação aos vidros, o vendedor da Kia tinha me comentado que a Kia não utiliza o sistema one touch e de fechamento automático dos vidros por segurança. Seria para evitar, por exemplo, sufocamentos com crianças que colocam a cabeça para fora do carro, como já ocorreu no passado.

    Responder
  10. fabio

    Sobre os vidros, eu tive um civic que comprei usado e estava com a tal centralina para subir os vidros ao ser acionado o alarme e aconteceu que um dia num posto de gasolina ao deixar o carro para passar o cartão de débito, meu filho pôs a cabeça prá fora e sem saber apertou o pino de travadas portas: o resultado não foi trágico porque o frentista logo viu os vidros fechando e prendendo o pescoço do garoto. Pra minha sorte a chave do carro eu sempre tiro do contato ao sair do carro (por causa do alarme sonoro quando a porta abre). Rapidamente destravei as portas, e abaixamos o vidro que já estava prendendo o pescoço de meu filho. Dias depois soube que aconteceu isso em Santos num Corolla, só que a criança não sobreviveu porque não tinha ninguém por perto.
    De lá prá cá mantenho os vidros do carro fechados sempre, bloqueados pelo botão de trava e, sempre que me oferecem a tal centralina para fechamento automático dos vidros, descarto a hipótese de tal acessório. Fica aqui um alerta de segurança e também que com o passar do tempo, a gente acostuma com essa configuração.

    Responder
    1. Marcos Kleinowski

      Olá Fabio, que ótimo que nada aconteceu com teu filho. E foi bem nessa linha que o vendedor da Kia falou destas características dos vidros da Kia. Aqui é raro, mas lá fora dá um baita processo contra as montadoras se acontece uma infelicidade destas. Até por isso elas não colocam o fechamento automático de fábrica. Abraço

      Responder
  11. julio cesar pereira filho

    pra mim todos os vidros tem one-touch para subida. Todos, motorista, passageiro e traseiros. Só para abrir que não não one-touch. O de vocês também funciona assim?

    Outra questão é sobre o anti-esmagamento. Os meus VW todos tinham ela. façam um teste um dia com um o braço, ou se preferir com uma fruta pra ver se o vidro sente que está esmagando algo e recua automaticamente.
    Alguém sabe se os ceratos tem isso?

    Responder
    1. Felipe Costa

      O que o Fabio falou realmente é um problema. Eu testei o meu e não tem recurso anti-esmagamento. Então é rezar para que ninguém nunca fique preso pois, pela força com a qual o vidro sobe, é pra torar o braço de um!

      Responder
  12. fabio

    Tive vários civic até a última geração (2008) e agora tenho um cerato E.283. Ambos funcionavam da mesma forma que vou descrever a seguir: Somente o vidro do motorista desce na função one touch, para subir é preciso segurar o botão até o fechamento total e não possui anti esmagamento. Ao acionar o botão de bloqueio para os vidros, fica desligado o acionamento elétrico do passageiro (ao lado do motorista) e dos passageiros de trás. – Nos carros nacionais que já tive com vidros elétricos, este bloqueio somente inibe os vidros traseiros. Concordo que o anti esmagamento dá mais segurança, porém, se não estiver bem ajustado, não evita esmagamento. Exemplo; ao trocar a bateria do carro, a calibração que estava memorizada é perdida, sendo necessária a recalibração do sistema. Por isso ainda prefiro a configuração dos asiáticos.

    Responder
  13. Iara

    Por favor, como faço para escrever um post, estou precisando de ajuda quanto a umas dúvidas sobre barulhos. Meu carro tem menos de 1000 km e está com uma batida cada vez mais forte na caixa de direção. Gostaria de saber tb se o Power Cushion diminui a pancada seca da suspensão traseira quando cai em buraco, por menor q seja.

    Responder
    1. paulo

      ola Lara,

      o meu é um E-283, e tambem estou com problemas na caixa de direção, no meu caso, quando o carro em movimento esterça para direita(somente para direita)em piso irregular causa uma trepidação que é sentida na parte inferior do carro, levei a concessionaria e depois de muita verificação disseram que o problema é na caixa de direção, que terá que ser aberta e lubrificada com uma graxa especial,caso não resolva terá que ser trocada, tudo na garantia, quanto as batidas secas, no caso do meu o perfil do pneu é baixo e bate mesmo se não tomar cuidado, inclusive uma forte batida na dianteira que parece o fim de curso das molas.

      Responder
  14. paulo

    o meu é um E-283 , e mandei colocar um alarme positron do tipo que utiliza a propria chave original, acontece que com mais R$60,00 foi instalado o dispositivo que sobe os vidros de forma automatica, logo o sistema permite que mesmo com a trava dos vidros acionada , os comandos do vidro do motorista fiquem liberados, acredito que sem o alarme o sistema trava tambem o do motorista.

    Responder
  15. Suellen

    Semana passada peguei o meu E233 branco na concessionária e estava achando o máximo, até chegar em casa e ao acionar a chave perceber que os vidros não subiam. Nenhum vendedor me falou isso e comprei sem saber… me omitiram.
    Eu saí de um Gol G5 1.0 completo e fui diretão para um Cerato, mas sinto falta de tecnologia da VW no que se refere os sistema do acionamento dos vidros, do alarme e do MP3. Gente, um carro desse preço tinha que vir com tudo isso. Me decepcionei, apesar da motorização e do conjunto em geral ser ótimo, além do design é claro.
    Magoada com a Kia… esperava mais!

    Responder
    1. Fabio M.

      Suellen, você pode instalar o módulo de subida de vidros. O do meu Cerato foi posto antes de eu tirar o carro da concessionária. Achei que valia a pena pagar um pouquinho mais para ter essa comodidade.

      Responder
      1. Brigitte

        sabes oh galego, se cahalr em 2006, nao havia tantos problemas como ha agora. Meu colhao descaido, venham 29.000, que podemos ser so 1000… quantos mais voces forem, maior e9 a vossa azia ;)AAC-OAF 3-0VSCDAMERDAEm coimbra este1 o rei….

        Responder
  16. Neidi

    Comprei um fox 1000 , 0 km . Faz 2 dias de uso já queimou 2 vezes o fusivel 16 , é o do interface. Deve ser mau uso da chave ou tem algo errado.
    Obrigado

    Responder
  17. Dhella

    gostei da terceira foto….parecem gerinaos, nao sei se se3o mas parece….eu adoro gerinaos, principalmente vermelhos, que me lembram aqueles em volta do hotel palace! hihihih

    Responder
  18. Kati

    loooooooooooooollllllllllllll. tanta confiane7a pa k? e agr vao la tirar a faixa ao jamor. loloooooooooooooolllllllllso rir com estes briosos. domingo vao levar nos cornos. kessa merda d aumentar o pree7o dos bilhetes???????? tao com medo do apoio do beira????????? haod perder, a n ser k o arbitro vos ajude.

    Responder
  19. Frederic

    Entao eu respondo-te paleienro. 24 de Mare7o de 2006 meia final setubal-Vitf3ria.6000 mil Vitorianos a um dia da semana creio que foi uma quarta.Quem ama por gosto nao cansa!!!Acredita que vai uma Invase3o e0 antiga.Cumprimento aos Verdadeiros.ATc9 QUE MORTE NOS SEPARE VITd3RIA!

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *