Sem estoques e com pre

Não, vocês não estão lendo nada errado: apesar de estarem praticamente sem estoque e de verem as vendas da marca despencarem a cada dia desde setembro as concessionária da Kia estão com novos preços para o Cerato. Os valores já estão disponíveis no site da marca.

A versão de entrada E.221, antes comercializada por R$ 53.400, agora está R$ 2 mil mais cara. A intermediária manual E.222 agora custa R$ 58.900, enquanto a top manual E.233 saltou para R$ 61.900. As versões automáticas E.273 e E.283 agora custam R$ 63.900 e R$ 66.900, respectivamente. Lembrando que a estes valores ainda é adicionado o custo de frete, em média de R$ 2 mil na maioria dos estados.

Peguemos o caso da E.221: considerando o valor de R$ 57.400 já incluído o custo de frete estimado, é possível adquirir um concorrente como o Peugeot 408 Allure manual – cotado em R$ 59.500, mas já vendido em diversas concessionárias abaixo dos R$ 58 mil -, equipado com motor 2.0 de 151 cv, freios ABS, faróis de neblina e rodas aro 16″ como alguns dos itens de série.

O caso da top E.283 é ainda mais complicado. Por R$ 68.900 já se ultrapassa o valor cobrado por um Renault Fluence Dynamique CVT com bancos de couro, seis air bags, ar digital dual zone e motor 2.0. Ou com apenas R$ 1 mil a mais é possível levar para casa um Chevrolet Cruze LT equipado com câmbio automático, motor 1.8, quatro airbags, freios ABS e controle eletrônico de estabilidade como itens de série.

A justificativa da Kia para os aumentos teria sido a variação cambial. Agora a pergunta: o quanto os carros ainda subirão quando a nova alíquota do IPI passar a vigorar a partir do próximo dia 16/12? A situação de mercado para o Cerato está cada vez mais complicada – as 568 unidades emplacadas em outubro foram um alerta – e a Kia parece não enxergar isso. É uma pena, mas não consigo enxergar um panorama animador nos próximos meses…

19 pensou em “Sem estoques e com pre

  1. Marcelo Eduardo Olinda

    Em fevereiro quando fiz aquisição do Cerato Mod.283 nossa….fiquei muito feliz pois considero que fiz uma ótima compra na época…um excelente Custo/Benefício.
    Porém hoje…. nossa, pelo preço que esta ficando/ ou ficará ainda …. não compraria mais… com isso inviabiliza, pois perde a grande vantagem do Custo/Benefício
    É uma pena !!!

    Responder
  2. Arthur

    eu comprei um e283 em agosto. Eu agora não sei se fico feliz porque consegui comprar com o preço antigo ou se fico triste, ja pensando na revenda, já que o carro vai perder espaço.

    Responder
  3. Felipe

    Pra mim a Kia vai tirar o Cerato do Brasil, não consigo ver outra explicação. As propagandas do cerato simplesmente sumiram.

    As vendas despencaram e a Kia ainda aumenta os preços.

    Não vejo isso com bons olhos.

    Responder
  4. Thiago

    Complicado esta, logo agora que estava prestes a comprar um cerato, acompanho ele desde de o começo do ano e o site também.. so que com esses valores fica complicado, mesmo sendo um bom carro .. a kia precisa fazer algo porque senão já era..

    E o governo so atrapalhando os sonhos dos brasileiros de terem carros melhores.. então que façam carros nacionais bons e baratos uai.. pq ficar com essa putaria de aumentar imposto.. isso vai dar trabalho.

    Responder
  5. Danilo

    O que o colega comentou faz sentido, com o preço inviabilizando a competição é muito capaz que a KIA tire o Cerato do mercado Brasileiro, realmente não vemos mais propagandas. Uma pena para nós que adquirimos o veiculo (vamos perder muita grana) e pra todos aqueles que pretendiam comprar um.

    Responder
  6. Renan

    Tenho um 272 desde abril e confesso que estou ficando muito preocupado. Nesta semana saiu uma reportagem numa revista aqui da minha cidade, com a participação de um supervisor de vendas da concessionária. Simplesmente não falaram no Cerato. Só da Sportage, Soul e Sorento.

    A pergunta é: como ficamos nós que compramos os carros? É uma imensa sacanagem se ele sair de linha no Brasil. O valor vai despencar se isso ocorrer.

    Responder
  7. Jefferson

    Gente, eu tenho total certeza que o carro não deixará de ser vendido no Brasil. Um carro que ficou em 2º no ranking por vários meses como o sedan mais vendido?! O problema é que não há estoque. Está tudo esgotado por causa das últimas vendas! Por que eles vão propagandear um produto que não têm pra vender?
    Eu soube que existem 3 navios pra desembarcar no Brasil, cada um com 3.000 veículos. Aguardem!
    Em Ribeirão Preto, que é um grande centro, você encontra o Cerato pra comprar normalmente!
    Fiquem calmos. 🙂

    Responder
  8. julio

    A kia ta sem estoque aqui em curitiba também. Infelizmente eles estão se focando nos carros que tem margem e não fazem diferença com 2 mil porque simplesmente não tem concorrentes! Olha o Soul, Sportage e Sorento…. o que é R$2.000,00 para um carro de R$80.000,00 como a Sportage? ou a versão de entrada da Sorento que passou de R$99.000,00 para R$101.000,00?!

    Se o cerato era competitivo pelo preço…essa tática de venda deve ser esquecida!!

    Responder
  9. Salazar

    Naturalmente a KIA vai encontrar uma estratégia de mercado para colocar o Cerato a um preço competitivo para a sua categoria.
    O Cerato não é da mesma categoria do Corola, Cruze, Fluence ou Jetta. Até mesmo pela motorização, 1.6 e potência. Bem como nivel de acabamento e pacote de equipamentos.
    O fato de estar incomodando os médios é por ser um produto muito bom, de custo benefício imbatível, se considerarmos o preço, tamanho e design principalmente.
    Não creio que a KIA vai abrir mão de um mercado de 1500 veículos mês, que acho, seja o mercado do Cerato.
    Para concorrer com o Corola, Cruze, Jeta, fluence, etc, deve entrar o novo carro, entre o Cerato e o Cadensa, o Optma (acho que é este o nome), que vai balançar a faixa, vide o resultado deste carro lá fora.
    Cerato é o chamado sedan premium, concorre com o Polo, Fiat Punto sedam, 307 sedam, Focus sedam, e neste mercado, melhor que todos.
    Nos próximos meses o Cerato vai voltar a ser o sucesso de vendas, pois, qualidades ele tem, de sobra.

    Responder
    1. Leandro Rodrigues Lien

      Discordo completamente, o Optima é um carro do nível do Sonata, aliás, ambos tem a mesma plataforma, assim como Cerato e Elantra que são muito parecidos, entre em um Elantra e encontrará inúmeras peças de acabamento e etc, que são iguais ao do Cerato e por algum motivo que deve ser muito estranho… eles possuem o mesmo comprimento, a mesma largura e o mesmo entre-eixos, o que a Kia precisa fazer é subir o nível do Cerato daqui, porque embaixo do capô tem espaço para motor até 2.4, como é vendido nos EUA, então não custa ela botar o 2.0, os 6 airbags, o sistema smartkey com partida por botão, mesmo que isso eleve o carro para uns 70 mil, acho que ele vai ter mais força à efeito de comparação com os demais que mudaram e estão agora bem mais equipados, vide que Cerato é vendido desde 2009, enquanto Fluence, 408, Cruze, Elantra, Jetta foram recém-lançados, por isso tal disparidade, o Cerato precisa de uma mudança de meia vida que às vezes é muito criticada, mas infelizmente sem essas pequenas mudanças agora, não vai ter jeito mesmo.

      Responder
      1. Salazar

        Ok, mas acredito ainda que o Cerato não esta na mesma categoria do Fluence, 408, Cruze, Elantra ou Jetta.
        Se colocar o 2.0 ou 2.4, multimidea, partida no botão, 6 airbags, vai para uns 70 a 85K, em função dos impostos cobrados para o importado, e deixa-lo em situação complicada para concorrer com os carros desta faixa, principalmente “nacionais”.
        Se tiver oferta nas lojas, com o motor 1.6 vai continuar a vender muito (1500), se ficar entre 55 e 65K, e também, continuar balançando o mercado dos carros de 70 ou 75K.

        Responder
        1. Leandro Rodrigues Lien

          Respeito, seu ponto de vista, mas continuo achando que o único fator pelo qual você fala que o Cerato não está no mesmo patamar é a idade que muito rapidamente começou a pesar no nosso amado carro. Mas não há como negar que ele é sim concorrente desses outros, é só olhar pelo ponto de vista dos sedãs compactos norte americanos que aqui são médios, lá o Forte, tá sempre nos comparativos.

          Responder
  10. Edson Paes

    A kia deveria trazer a mesma versão vendida na Argentina para o Brasil .
    http://www.kia.com.ar/vehiculo/modelo/12/35-cerato-forte-sedan-design-tecnologia-seguridad/
    Fora o absurdo de preço vendido aqui…. No Chile, a versão e.283 sai por R$ 34.000,00.
    Nós brasileiros deveríamos lutar mais contra a alta de impostos.
    Tenho um e.283 comprado em fevereiro 2011, super satisfeito com o carro!!!!
    Alguém sabe informar como faço para trazer um Cerato da Argentina e conseguir emplacar aqui ?
    Iria trazer o 2.0 que não é o Koup, 4 portas e com teto solar!!!

    Responder
    1. julio

      Olá Edson,
      Pra conseguir trazer um carro desses aqui pro Brasil, você precisa saber que os impostos para um carro 2.0 são os seguinte (para o caso do preço chileno):

      Código NCM 8703.23.10
      Descrição NCM AUTOMS.C/MOT.EXPL.,C>1500<=3000CM3,ATÉ 6 PAS.
      Taxa de Câmbio do Dia 27/11/2011 R$ 1,8441

      Valor Aduaneiro Convertido R$35.037,90
      Alíquota II (%) Tributo II R$ 12.263,26
      Alíquota IPI (%) Tributo IPI R$ 11.825,29
      Alíquota PIS (%) Tributo PIS R$ 1.086,35
      Alíquota COFINS (%) Tributo COFINS R$ 5.214,50

      Mais 18% de ICMS do Estado.

      Você vai precisar de um despachante aduaneiro, que cobram em média R$800,00+ taxas+2% do valor total da importação (preço do bem mais frete+ seguro).

      O preço final do carro vai acabar em: Preço do carro+frete(até a divida): R$35.037,90 + impostos federais: R$30.389,37 + impostos estaduais: R$6.306,66 + gastos com despachante: R$1.700,00 + tempo de receita federal (aduana) [até 3 meses para liberarem o carro…dependendo do posto aduaneiro]:

      Total: +- R$73.433,93!!!! Se o valor de R$34.000,00 do Chile fosse na argentina e for o top de linha 2.0 com teto solar 6 airbags e etc, pra quem gosta do cerato e tem o top acho que vale a pena! Até porque trazer da Coréia do Sul ou dos Estados Unidos sai bem mais caro por conta do frete.

      Mas por esse valor talvez vale a pena ver o preço da Sorento….

      Abraço

      Responder
  11. Salazar

    Tenho um 222 e o vejo com o mesmo apelo de nível do Fluence, 408, Cruze, Elantra, Jetta, no entanto, sabemos que é um carro “menor”, principalmente pela motorização e falta de alguns acessórios que já estão entrando como de série na categoria dos médios.
    Elevar o nível do Cerato com motor 2.0 ou 2.4, multimidea, 6 airbags e partida no botão, vai levar o carro para uns 70 a 80K, que o colocará em uma posição delicada em relação aos carros deste valor.
    Hoje, pelo que o Cerato oferece, motor 1.6, e custando entre 56 e 65K, vai continuar a incomodar muito a faixa de 70~75K, e fazer a marca de 1500 carros/mês fácil.
    As vendas dos Cerato somente cairam por falta de oferta e não pelo mercado.

    Responder
  12. Leandro

    Estou pesquisando preços para adquirir um modelo automático. Aqui em Uberlândia hoje, dia 26/11/2011, na Concessionária A. Alves, a versão E273 sai por R$ 67.000,00 enquanto que a E283 está cotada em R$ 69.000,00.

    Responder
  13. Rafael Braz

    Eu tinha um Cerato modelo E.213 ano 2010/2010… Vendi ele para um amigo por R$45.000 e comprei um zero km modelo E.283 branco por R$65.000, no dia 23/11, na Kia Plena Vila Velha/ES… Tem muito locais com preços velhos ainda… Tem que pegar os telefones no site da Kia e sair ligando pra todas as concessionárias… Eu encomendei o carro e esperei 15 dias, e já estou com o meu… Com certeza tem um modelo que você quer, com o preço velho, em alguma concessionária perto de você… Comprei outro Cerato e não me arrependo! E que venham outros Ceratos…

    Responder
    1. Salazar

      Vamos ver agora qual será o novo golpe que as 4 maiores irão promover para dificultar a entrada da KIA no Brasil.
      Mercado que justifique fábrica, tem.

      Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *